Como você definiria a palavra sentimento? Por ser algo aparentemente simples como alegria, tristeza, euforia ou até angústia. Apesar disto, os sentimentos podem ser mais difíceis de compreender do que parece. Essa complexidade pode nos gerar a sensação de incapacidade de compreendê-los e assim levar a frustrações ou até distúrbios.

O que você sente?

O ato de sentir pode ser difícil, seja por uma timidez, insegurança, vulnerabilidade até uma dificuldade de se relacionar, faz com que sua vida sofra com grandes impactos a ponto de afetar em como você enxerga o mundo ao seu redor.

Ao se ocultar frente a alguma situação de mágoa, decepção ou até mesmo de felicidade para não machucar o outro ou expormos nossa fragilidade, deixamos de partilhar como nos sentimos e viver de fato nossa vida. Quando vivenciamos essa situação temos um grande problema, acabamos inibindo essa etapa de compreender essas emoções. Precisamos antes de tudo nos conhecer e sentir para que possamos entrar em um processo de aceitação. Fatores estes importantes para lidarmos com as questões da vida e assim ter força para enfrentar nossos medos e dúvidas, ficando mais preparados para um desafio ou promover mudanças em nossas vidas.

Comece a se permitir.

Quando se encontra nesses casos é necessário buscar meios para superar esses obstáculos, compreender a si mesmo e começar a se permitir. Deste modo é necessário se atentar a alguns pontos do seu dia a dia:

  • Se abrir para emoções
  • Não fugir de um sentimento por ele ser ruim
  • Olhar para si mesmo
  • Viver no presente
  • Falar sobre como se sente
  • Comparar-se menos com relação aos outros
  • Saber que felicidade e tristeza é um estado passageiro e não uma constante
  • Dentre outros

É preciso entender que emoções como tristeza, solidão, alegria, vontade, desejo etc., são comuns a todos e se referem a algo real que está passando, o que difere é como se lida com elas. Os sentimentos existem para lidar com a realidade que vivemos, e são parte do processo de melhora. Quando a gente se permite, conseguimos entender a verdadeira profundeza daquele sentimento e trabalhar com isso. É como uma praia em um dia ensolarado, só vamos saber se a água realmente está quente se nos permitir encostar na água, colocar o pé e sentir.

Todos os pontos abordados são uma forma de autocuidado, se priorizar frente a algumas situações. Não necessariamente é egoísmo, mas é uma forma de mostrar que você também tem sentimentos e queixas. Todos precisamos de um abraço, de uma palavra, de um contato para liberar o que está engasgado dentro de nós.

Falar faz bem

A falta do falar e consequentemente o guardar em excesso pode provocar distúrbios mentais, o que vai ocasionar em um novo problema. Falar sobre sentimentos é um hábito, que pode e deve ser trabalhado. Um psicólogo(a) por ser um profissional da saúde mental, pode auxiliar nesse processo e consequentemente o paciente perceberá mudanças em outros pontos da sua vida, como:

  • Sua relação com estresses
  • Gerenciamento das frustrações
  • Recuperação cognitiva e social
  • Diminuição do processo de insônia

Relação social

Segundo uma pesquisa encomendada pelo Fórum Econômico Mundial, 53% dos brasileiros dizem ter havido uma pequena ou grande piora em relação a sua saúde mental neste último ano. A falta de conviver plenamente em sociedade fez com que muitos não achassem outra válvula de escape a ponto de se fechar para essa etapa do falar, interiorizando diversos dilemas causando angústias e distúrbios.

O objetivo deste texto é mostrar e relembrar o quanto seus sentimentos são importantes, válidos e necessários. A falta de liberação (catarse), autoconhecimento e entendimento destes sentimentos podem causar sintomas e problemas maiores. Se você sente a necessidade de falar, e quer se permitir sentir, agende uma sessão. Vamos conversar!

Clique aqui e fale com um Psicólogo.

Daniella Macedo Borges
Psicóloga – CRP 06/164488

Psicólogos

Eric Heibel

CRP: 06/164529
Psicólogo Clinico
Atendimento de adultos e adolescentes

Daniella Borges

CRP: 06/164488
Psicóloga Clinica Comportamental

Contato

Entrem em contato conosco e agende uma conversa.